Via de La Plata – Etapa 13 – Hospital de Órbigo – Mítica Foncebadon

Via de La Plata – Etapa 13 – Hospital de Órbigo – Mítica Foncebadon – 14/09/2014

Etapa começou tranquila com foto na Ponte do Passo Honroso em Hospital de Órbigo, havia programado de chegar em Al Acebo para ficar no Albergue indicado pelo Acácio, e mandei um whatsapp para eles cancelando.
O pedal começou pela trilha que por sinal está cheia de peregrinos, ênfase para os orientais e os resto está bem misturado. Estava com saudade de dar Buen Camino para outros peregrinos. A Via de La Plata é muito rica, mas muito árgua, isolada e quase não tem peregrinos o que faz com que não haja uma estrutura própria para os peregrinos como no caminho francês.
No caminho francês está rolando direto o transporte de mochilhas e quicá até de peregrinos, albergues lotados e bastante reclamação por clinches.
Muito Cheio mesmo, quando vejo o Acácio falando que está havendo uma massificação de maio e setembro ele tem toda razão.
Em meus pensamentos tenho visto bem mais vantagens de vir em época fria do que nas mais quentes, no frio quase não se fala de clinches, no frio coloca-se agasalho e tudo OK, já no calor o bixo pega.
Voltando ao Camino, deixei Hospital de Órbigo, passei por Astorga e lá tomei o café da manhã oficial, pois no Albergue verde eles tinha somente café descafeinado e não é minha praia. Tomei café no mesmo local que em 2010 encontrei a galera do Hamilton parada, como em 2010 estava chovendo não foi possível tirar fotos, o que fiz dessa vez, são tão bonitas que tem-se a vontade de chorar.
A partir de Astorga começa a ascensão até Rabana, leve mas contínua. Enfim cheguei em Rabanal e fui ao Albergue Pilar que não tinha vaga em habitacion, em Rabanal liguei para o El Convento em Foncebadon que informou ter vaga, decidi subir e para melhorar começou a chover bastante né. A ascensão até Foncebadon é bem forte e empurrei a bike quase o tempo todo, cheguei no albergue me instalei e almocei.

Etapa pesada mas tranquila.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *